Sexta-feira, 28 de Setembro de 2007

Raças - Bosques da Noruega

Bosques da Noruega

Origem: Noruega

Esperança de Vida: 15 anos

Clasificação: Pêlo Médio

Peso: 2 - 8Kg

Tamanho: Médio-Grande

Tosquia: Necessita de cuidados com o pêlo

 

História
Bonito, robusto, independente, meigo, aventureiro e brincalhão o Gato Bosques da Noruega é um animal sociável, calmo e de trato fácil.
Calcula-se que esta raça descenda do Angorá Turco que levado para a Escandinávia por marinheiros Vikings, teve de se adaptar ao rude clima das Florestas Norueguesas. O frio, a chuva, a neve e o granizo, obrigou o grande felino a resguardar-se com uma pelagem impermeável e quase estanque. O seu corpo fortaleceu-se e tornou-se num imponente gato de pêlo semi-longo.
A silhueta do Bosques da Noruega tornou-se familiar aos habitantes do seu país ao vaguear pelas florestas e campos rurais em busca das sua pequenas presas. Calcula-se que estes dóceis felinos, já vivam nas florestas norueguesas há muitos séculos. Nas lendas locais, estes gatos de pêlo comprido e cauda felpudas eram referidos com frequência como Huldrekatten.
 
Temperamento
Dócil, sociável e tolerante, embora seja um gato muito activo e brincalhão, o Bosques da Noruega é calmo e de humor estável.
Gosta de ser acariciado e mimado. Aprecia a companhia de outros animais tornando-se por vezes companheiro inseparável do cão da família.
É um bom trepador e adora mostrar a sua supremacia. Dotado de uma inteligência e de uma curiosidade fora do comum, segue furtivamente os donos, investigando todas as suas actividades com o maior interesse. As visitas são alvo de uma minuciosa inspecção .
 
Descrição
O corpo do Bosques da Noruega deve ser grande, forte e musculoso, alongado e com uma sólida ossatura. Os machos podem atingir os 7 kg e as fêmeas 5 kg. Alto de patas, deve ter as pernas posteriores mais altas que as anteriores. A cauda longa e tufada, deve chegar pelo menos à base do pescoço.
O sub-pêlo lanoso é recoberto por uma pelagem impermeável. Este manto lustroso cobre o dorso e os flancos.
A cabeça, vista de frente, deve formar um triângulo equilátero. As orelhas, largas na base, estão implantadas no cimo da cabeça prolongando a linha do crânio, têm tufos de lince nas pontas e tufos de pêlo mais comprido no interior encaracolando-se ligeiramente para trás.
Os olhos amendoados são vivos e expressivos e têm uma colocação levemente oblíqua.
O perfil alongado, deve manter-se rectilíneo e sem stop até um pouco acima das sobrancelhas. O queixo é forte mas não pronunciado.
No Bosques da Noruega são aceites todas as cores que podemos observar nos gatos rafeiros.
Fonte: Arca de Noé
publicado por Isabelita às 17:03
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|

Sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 1 seguidor

Pesquisar

Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivos Recentes

Raças - Bosques da Norueg...

Arquivos

Setembro 2007

tags

todas as tags

Que horas são?

online


Visitas

blogs SAPO